Cuckold a Fantasia! - Autora: TugaEris

Cuckold a Fantasia! - Autora: TugaEris

247 visualizações

Observava enquanto ela se vestia para ir trabalhar, lingerie sexy vermelha, meias de liga, vestido preto justo curto  e salto alto, achei que estava demasiad...


Observava enquanto ela se vestia para ir trabalhar, lingerie sexy vermelha, meias de liga, vestido preto justo curto  e salto alto, achei que estava demasiado vestida para trabalhar, mas ainda assim não fui capaz de a interrogar nesse sentido.
Senti o meu coração a bater mais forte  quando se despediu de mim com um beijo e a frase:
- Até logo vou trabalhar!
- Bom trabalho queria!
Palavras tremidas como se sentisse que algo não estaria bem!
Fui trabalhar também mas na minha cabeça não conseguia apagar a imagem que tinha da Paula a vestir aquela roupa sensual e apenas para ir trabalhar ainda sentia o seu perfume no ar.
Não conseguia concentrar me, depois do lanche, fumava cigarro atrás de cigarro e acabei por decidir ir embora, mas não fui capaz de ir para casa, o carro como em piloto automático guiou me para o trabalho dela fiquei estacionada a porta do centro de estética e imaginava o que poderia estar a fazer?
Na minha cabeça a imagem das ligas e dos saltos altos mantinha se, acrescentando agora a bata sexy que lhe torneava a cintura que eu tanto gostava.
Fiquei no carro durante horas quando já estava a olhar no vazio, sinto o seu perfume, vejo a Paula a sair  do centro tão sexy como quando saiu de casa, não fui capaz de a chamar , dirigir se a outro carro e entra no lugar do pendura, tento ver quem mais se encontra no carro.
Um homem mais velho, cabelo grisalho, rugas acentuadas um ar destino o carro um BMW topo de gama. 
Avanço com o meu carro e estaciono perto mas de modo a não ser visto.
Beijam se, acariciam se, sei que devia naquele momento ter explodido de raiva dirigir me aquele carro e parti lo todo a pancada por estar com a mão na cona da minha mulher, mas não fui capaz o que senti foi diferente, por estranho que possa parecer aquela situação deu me uma tesão que o meu caralho parecia querer explodir das calças e quanto mais os via envolver se mais tesão me dava.
Aquela puta de merda e mesmo boa!
Ela bate uma punheta ao gajo e de seguida começa a chupa lo, enquanto ele lhe agarra pelos cabelos!
Nessa altura não fui mais capaz de resistir tirei o meu pau para fora e bati com a mesma intensidade que a cabra da minha mulher o chupava.
Devemos ter esporrado os dois ao mesmo tempo porque quando me vim olhei para o lado e estava a levantar se ainda com o leite a escorrer lhe pela boca.
Limpei me, arrumei me, tentei perceber o que se tinha passado, mas a tesão o desejo que senti não têm explicação nunca tinha tido um orgasmo tão forte e tão intenso.
O carro afastou se e lá estava a vaca ainda a compor o vestido, buzino olha fica atrapalhada!
- Estavas aqui a muito tempo?
- Não cheguei agora!
Entra no carro e beija me!
Ainda consigo sentir o sabor da esporra do outro e isso deixa me novamente o pau duro!
E oficial sou um corno, casado com uma grande puta e isso da me uma tesão do caralho!
(Texto baseado na fantasia de um cliente a pedido do próprio!)

English FrenchGermanItalianPortugueseSpanish